Pular para o conteúdo principal

Você sabe seu custo tributário?

Tempo de Leitura: 02 min


Se sua empresa exerce atividades de profissões regulamentadas como arquitetura, odontologia, medicina, consultoria, representação comercial entre outras e sendo do Simples, ela estará sujeita ao anexo III ou V.

Ocorre que os tributos no anexo V chegam a custar mais que o dobro do que no anexo III.
Para estas atividades, se o custo total de folha de pagamento, pro labore e encargos representar pelo menos 28% do faturamento total, sempre considerando os últimos doze meses, a empresa estará enquadrada no anexo III do simples, ou seja, bem mais vantajoso.

Com bom planejamento e adequações nas despesas de pessoal, seu custo tributário pode diminuir muito.

Procure um contador com bom currículo para lhe auxiliar nesta tarefa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gastos de Final de Ano.

Tempo de leitura: 3 min.




Dezembro é período de reflexão sobre o ano que passou e definição de novos objetivos para o ano que se inicia. Momentos de descontração, união com a família e confraternizações são constantes. Também é período delicado para cuidar das finanças.
É comum nesta época do ano as pessoas se programarem para tirar as tão merecidas férias e viajar com a família, comprar presentes, celebrar as festas de natal e ano novo.  É um período de consumo mais intenso, estimulado pela gratificação natalina, o famoso 13º salário.
Já no início do ano muitas despesas aparecem como uniforme escolar, material didático, IPTU e IPVA. Além disso as faturas de cartões e cheques pré-datados de gastos de dezembro serão cobrados a partir de janeiro, são tantas contas que pelas redes sociais já há quem apelidou o primeiro mês do ano como JANEIRO VERMELHO.  
Para as empresas, o planejamento financeiro durante o ano deve ser eficaz para cumprir obrigações trabalhistas como o décimo terceiro, em du…

Capital de Giro

Tempo de Leitura:03 min

A sensação neste ano foi que o dinheiro desapareceu! Capital de giro baixo é sinônimo de poucos investimentos e sem investimentos a empresa para...
A busca de capital para reaquecer o negócio deve ser feita com cautela para não criar dívidas sem a devida contrapartida em mais vendas e faturamento. De outro lado deve ser corajosa e arrojada para não ficar parado, sem trabalho, sem produção, esperando que milagres aconteçam.




Há modalidades de crédito com juro baixo para estes momentos e agências de fomento, bancos de desenvolvimento e cooperativas de crédito como BNDES, Fomento Paraná e Sicredi estão na espera para investir em bons projetos, inclusive de micro e pequenas empresas.
Não deixe seu negócio estacionado, procure alternativas que os resultados aparecerão!

O que muda nas rescisões contratuais com a nova reforma trabalhista?

Tempo de Leitura: 03 min

Em primeiro lugar, não será mais necessária a homologação da rescisão no sindicato ou ministério do trabalho para os contratos com mais de um ano de duração, simplificando o procedimento e dando maior liberdade às partes.
Outra mudança é no prazo de pagamento das verbas rescisórias que agora será sempre de dez dias contados do fim do contrato, mesmo sendo o aviso prévio trabalhado, dando um fôlego ao caixa das empresas.
Por fim, foi introduzida a possibilidade de rescisão por mútuo acordo, com o pagamento do aviso prévio indenizado e da multa do FGTS em montantes reduzidos, bem como a possibilidade de o empregado sacar 80% dos valores da conta do FGTS, criando uma hipótese intermediária entre o pedido de demissão e a dispensa sem justa causa.
Acompanhe o Boletim Light Contabilidade todas às segundas, quartas e quintas-feiras entre 07:30h e 08:30h e à tarde entre às 18h e 19h na Rádio Transamérica Light e fique por dentro dos temas abordados.