Simples Nacional

Tempo de Leitura: 05 min


Vem se falando muito sobre as mudanças do Simples Nacional que a partir de 01 de janeiro de 2018 trará mudanças significativas. Dentre essas os valores para os limites de faturamento, atualmente o limite de faturamento para enquadrar-se neste regime de tributação é de até R$ 3,6 milhões a cada doze meses (equivalente a uma média mensal de R$ 300 mil), em 2018 este valor aumentará para R$ 4,8 milhões a cada doze meses, subindo a média mensal para R$ 400 mil.  

Além disso, há novas alíquotas e anexos do Simples Nacional.  A alíquota inicial permanece a mesma nos anexos I, II, III e IV, exceto para o novo anexo V de serviços, será atualizado e não terá mais relação com o anexo V anterior, também vale ressaltar que as atividades do anexo V passam a ser tributadas pelo Anexo III, o anexo VI foi extinto e as atividades passam para o novo anexo V.

A alíquota tornou-se progressiva na medida em que aumenta o faturamento e não mais fixa pela faixa de faturamento, ou seja, o formato escada passará a ser em formato de rampa. A recomendação é fazer simulações e planejamentos agora para estar preparado para o que virá pela frente.

Para maiores informações sobre o Simples Nacional e demais assuntos abordando temas de contabilidade e gestão empresarial, acompanhe o Boletim Light Contabilidade todas às segundas, quartas e quintas-feiras entre 07:30h e 08:30h e à tarde entre às 18h e 19h na Rádio Transamérica Light

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gastos de Final de Ano.

Reforma Trabalhista

O valor dos Impostos, tem solução?