Pular para o conteúdo principal

Gastos de Final de Ano.

Tempo de leitura: 3 min.




Dezembro é período de reflexão sobre o ano que passou e definição de novos objetivos para o ano que se inicia. Momentos de descontração, união com a família e confraternizações são constantes. Também é período delicado para cuidar das finanças.

É comum nesta época do ano as pessoas se programarem para tirar as tão merecidas férias e viajar com a família, comprar presentes, celebrar as festas de natal e ano novo.  É um período de consumo mais intenso, estimulado pela gratificação natalina, o famoso 13º salário.

Já no início do ano muitas despesas aparecem como uniforme escolar, material didático, IPTU e IPVA. Além disso as faturas de cartões e cheques pré-datados de gastos de dezembro serão cobrados a partir de janeiro, são tantas contas que pelas redes sociais já há quem apelidou o primeiro mês do ano como JANEIRO VERMELHO.  

Para as empresas, o planejamento financeiro durante o ano deve ser eficaz para cumprir obrigações trabalhistas como o décimo terceiro, em duas parcelas: a primeira até o final de novembro e a segunda até 20 de dezembro, além das férias. Muitas empresas costumam retribuir o esforço dos funcionários durante o ano que passou oferecendo cestas de natal e promovendo festa de confraternização. Em agradecimento a parceria com os clientes, é comum oferecer brindes, como a tradicional agenda para o próximo ano.

Tudo isso somado fica muito caro, tanto para os trabalhadores quanto para as empresas, sendo assim é importante equilibrar os gastos, aproveitar as festas, viajar, dar presentes, vivenciar este período especial mas sem exageros, avaliando aquilo que é possível e cabe no orçamento, para que o ano de 2017 não comece com uma grande dor no bolso.

Por fim uma dica, as férias são pagas de forma antecipada, mas lembre-se que no retorno ao trabalho, seu salário só vai contemplar os dias efetivamente trabalhados.

Curta seu fim de ano mas não esqueça de cuidar com carinho das suas finanças.

Precisa de ajuda? Conte conosco!









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capital de Giro

Tempo de Leitura:03 min

A sensação neste ano foi que o dinheiro desapareceu! Capital de giro baixo é sinônimo de poucos investimentos e sem investimentos a empresa para...
A busca de capital para reaquecer o negócio deve ser feita com cautela para não criar dívidas sem a devida contrapartida em mais vendas e faturamento. De outro lado deve ser corajosa e arrojada para não ficar parado, sem trabalho, sem produção, esperando que milagres aconteçam.




Há modalidades de crédito com juro baixo para estes momentos e agências de fomento, bancos de desenvolvimento e cooperativas de crédito como BNDES, Fomento Paraná e Sicredi estão na espera para investir em bons projetos, inclusive de micro e pequenas empresas.
Não deixe seu negócio estacionado, procure alternativas que os resultados aparecerão!

Reforma Trabalhista

Tempo de Leitura: 02 min.


Hoje vamos falar sobre a reforma trabalhista, no dia 11 de novembro entram em vigor mais de uma centena de artigos que foram alterados ou introduzidos na CLT e que impactarão as relações de trabalho no país todo.
Muitos destes dispositivos são polêmicos e estão sendo alvo de debates acalorados entre advogados, juízes, sindicatos e entidades empresariais.
Os que são a favor da reforma afirmam que ela trará maior liberdade de negociação entre patrão e empregados e maior autonomia aos trabalhadores. O argumento principal de quem é contrário é que haverá redução dos direitos dos trabalhadores.
Mas independente da sua posição pessoal sobre o tema, o importante é manter-se atualizado para fazer a aplicação correta das novas medidas em sua empresa.
Para maiores informações sobre a Reforme Trabalhista e demais assuntos abordando temas de contabilidade e gestão empresarial que ajudarão o empreendedor a crescer, entender e gerenciar o seu negócio acompanhe o Boletim Light C…